Habitar Portugal
Pavilhão de Acolhimento da Escola Francesa (Porto)
Nuno Valentim e Frederico Eça
hipster triangle
© arquivo - Nuno Valentim - hipster triangle
Memória descritiva
A Escola Francesa do Porto é um notável edifício dos anos 60 da autoria dos arquitectos Luiz Cunha, Manuel Marques Aguiar e José Carvalho Dias, implantado numa envolvente paisagística única – a Quinta e Jardins do Museu de Serralves. Numa envolvente tão afirmativa como delicada, procurámos que a proposta fosse igualmente distante da preexistência – implantação e relação com a topografia – e atenta ao enquadramento paisagístico. Assim, a forma triangular equilátera permite o distanciamento dos edifícios existentes e, simultaneamente, o uso do betão possibilita a sua integração com as construções envolventes (em betão e granito aparente). As três fachadas são geometricamente idênticas, com uma só abertura em cada extremidade. Rompendo a continuidade do betão, estas aberturas deixam entrever a cor laranja do revestimento interior – superfícies para os alunos se apropriarem com os seus trabalhos.
Desenhos
Planta de localização
© Nuno Valentim
Planta da Cave
© Nuno Valentim
Planta do Piso Térreo
© Nuno Valentim
Planta de Cobertura
© Nuno Valentim
Corte e Alçado 1
© Nuno Valentim
Corte e Alçado 2
© Nuno Valentim
Corte e Alçado 3
© Nuno Valentim
Imagens
Vista Exterior
© JFF-João Ferrand Fotografia
Visto Exterior
© JFF-João Ferrand Fotografia
Vista Exterior
© JFF-João Ferrand Fotografia
Vista Exterior
© JFF-João Ferrand Fotografia
Vista Exterior
© JFF-João Ferrand Fotografia
Vista Interior
© JFF-João Ferrand Fotografia
Vista Interior
© JFF-João Ferrand Fotografia
Vista Exterior
© JFF-João Ferrand Fotografia
Vista Existente
© Nuno Valentim
Ficha técnica
Autores: Nuno Valentim e Frederico Eça
Co-autores: -
Colaboradores: Pedro Costa, Isabel Norton
Projectos especialidade: Pedro Moás (ADF Consultores), Fernanda Valente, Raul Serafim, Raul Bessa, Vasco Peixoto Freitas
Localização: Rua Gil Eanes 27/103, Porto